Próximos lançamentos do Mundo das Trevas

Desde o renascimento do Mundo das Trevas, a White Wolf vem investindo muito no cenário como um todo, e o mais importante, em materiais de qualidade para jogadores de todos os livros, ao contrário de antigamente, onde somente os “famigerados” vampiros tinham um suporte de peso. Agora o próprio guia básico, onde os humanos são protagonistas enfrentando um mundo sombrio e misterioso, vem sendo agraciado com obras de grande ajuda aos narradores, vide Antagonistas e Lugares Misteriosos, dois suplementos de qualidade indiscutível para a linha  básica do Mundo das Trevas.

Seguindo o ritmo da empresa estrangeira, a Devir Livraria, responsável nacional pelo cenário, vem trabalhando firme para trazer aos fãs todos os lançamentos o mais rápido possível. Neste primeiro semestre já temos lançamentos importantíssimos e livros em andamento que prometem ajudar ainda mais e revolucionar antigos seres das trevas que há muito andavam esquecidos. Então se você é admirador do Mundo das Trevas prepare-se para os novos horrores que estão chegando…

Mago: O Despertar – Escudo do Narrador

“Deu asas à sua vontade e empinou a motocicleta, como se um guindaste invisível a puxasse. Depois disso, deixou a coisa rolar, e a postura do corpo fez o resto: ele passou por cima do alambrado como se fosse a coisa mais natural do mundo.”

Seguindo o exemplo dos suplementos anteriores: Vampiro: O Requiem e Lobisomem: Os Destituídos, agora chegou a vez dos magos ganharem seu escudo do narrador, seguindo a qualidade excelente do livro, uma das capas mais belas que já vi. O escudo vem para cumprir seu papel básico, auxiliar o mestre com a consulta rápida às regras do jogo. Nas tabelas e quadros da parte interior, encontramos informações sobre as etapas do combate, armas brancas e de longo alcance, blindagem, danos causados por fogo, paradoxo, fatores dos feitiços e muito mais. Lançado neste início de ano, o escudo do mestre promete ser o primeiro de muitos ótimos suplementos para esta nova era dos magos no Mundo das Trevas.

Sexto Sentido

“Ganhei meus poderes do meu pai, mas não nasci com eles. Poderes. Era assim que ele os chamava, mas eu, não. Tento não falar sobre eles. Lembro-me da conversa que tive com a minha mãe, no hospital, ainda menino, enfiado numa roupa de papel e coberto de eletrodos adesivos. Ela disse que nós — nossa família —, que nós os chamávamos de ‘poderes’ porque ainda não tínhamos outras palavras para aquele tipo de coisa.”

Às vezes, quando pessoas comuns, vivendo suas vidas simplórias confrontam o desconhecido, elas podem reagir de diferentes formas. O contato inicial com o Mundo das Trevas pode causar nelas um trauma incomum e levá-las a desenvolver uma característica única e poderosa. Elas nunca mais serão normais como estavam acostumadas a ser. Suas vidas serão marcadas para sempre. Agora, elas são capazes de mover objetos, derrotar inimigos e adentrar como nunca em um universo incomum. Este é o clima básico que encontrarão os que se atreverem a folhear as páginas deste novo suplemento para a linha básica do Mundo das Trevas. Já em fase de finalização, ele vem enriquecer ainda mais as crônicas do cenário básico. Seguindo a ótima qualidade gráfica e de textos dos suplementos anteriores, Sexto Sentido vem preencher uma importante lacuna neste novo cenário do Mundo das Trevas. Agora, os humanos não são apenas presas para os seres da noite, eles podem ter poderes incríveis, capazes de dizimar um inimigo instantaneamente, mas sem perder sua humanidade ou capacidade de se surpreender com os horrores que as trevas guardam.

O livro trará ainda: ideias para introduzir poderes psíquicos e místicos em qualquer crônica ambientada no Mundo das Trevas, novos tipos de personagens mortais — videntes, telepatas, médiuns  e taumaturgos — e seus poderes, ideias para introduzir forças cósmicas e seres de outro mundo em suas histórias. Além de um roteiro com uma história completa, apresentando os perigos da paranormalidade no Mundo das Trevas.

Changeling: os Perdidos

“Fazia horas que ela chamava por ele. Gritava o nome dele. Ela o havia seguido jardim adentro e planejava realmente falar um monte para ele, porque ele sabia muito bem que não podia sair depois de escurecer. Mas agora ali estava ela, numa parte do bosque que nunca tinha visto antes, toda cortada por causa dos espinhos. Tinha se perdido havia uma hora e, desde então, vinha gritando o nome dele, gritando… o nome dele. Como era o nome dele?

Sempre visto como o mais cult e menos jogados dos antigos livros do Mundo das Trevas, Changeling promete mudar este panorama com sua nova edição! Assim como Mago: o Despertar sofreu mudanças para se adequar aos cenários mais jogados do sistema Storyteller, em Changeling teremos também algumas reformulações para tornar o ambiente mais “tragável” ao grande público. Na verdade, os seres feéricos do jogo jamais acharam seu espaço dentro de um universo habitado por vampiros, lobisomens e uma infinidade de criaturas oriundas do terror urbano. Problema que agora parece que está sendo visto de maneira mais realista pelos editores, dado um capítulo inteiro do livro dedicado ao mestre e como fazer aventuras no universo de Changeling.

Para os que ainda não conhecem, este é um jogo de fadas, duendes, ogros e humanos que, por algum  motivo, são levados ao mundo mágico destes seres encantados e acabam adquirindo, ou sendo infectados, por características desta experiência única que é viver entre seres tão alheios a realidade cotidiana! Algumas pessoas são literalmente abduzidas para o mundo das fadas e tem sua existência profundamente transformada por este acontecimento. A trama decorre de como será a vida destes humanos após esta experiência sobrenatural, e como eles irão lidar com as mudanças adquiridas através deste fato único. Ou então são simplesmente seres mágicos se aventurando no cinzento e infame mundo real.

Esta adequação do cenário é claramente percebida nesta nova edição. Dada logo de inicio pela apresentação de um novo cenário como pano de fundo para o Mundo das Trevas, porém, dando destaque aos personagens changelings. Além disso o lançamento trará: uma descrição comentada do universo dos changelins (Arcádia, Sebe), e como se dá a abdução, o cárcere, a fuga, as mudanças e a vida como changeling, e a confrontação com os duplos, o risco da loucura, as aparências, promessas, contratos e fidalguias. O livro ainda traz: um guia detalhado para ajudar o narrador a criar e elaborar boas histórias para o cenário, uma lista de antagonistas e a apresentação do feudo franco de Miami, o primeiro esboço de um cenário bem acabado para uma crônica de Changeling

Pela descrição dos capítulos o livro realmente promete trazer à tona este cenário que sempre teve grande potencial, mas pouca funcionalidade, principalmente para crônicas longas.

Bem, criaturas da noite. Este foi um pequeno informativo tanto para os velhos jogadores deste universo, quanto para os curiosos que pretendem conhecer melhor o sombrio e misterioso Mundo das Trevas. Aguardem novidades e continuem atentos aos becos escuros e bosques desabitados…

Sérgio Magalhães

Anúncios

5 comentários sobre “Próximos lançamentos do Mundo das Trevas

  1. “Cara Devir,

    Esqueça todos os suplementos de Vampire: the Requiem lançados entretanto e tente publicar o Danse Macabre já a seguir ao livro de Nova Orleans. O livro tem tais variações do sistema de regras e expande tanto o escopo dos clãs, facções e sistemas de moralidade de tal modo que parece quase um Vampire: the Requie Corebook Parte II.

    Um abraço,

    João Mariano” 🙂

    Agora sério, eu sei que está para sair uma reedição corrigida do livro de regras de Requiem (a promoção da troca do velho pelo novo não abrange Portugal, pois não?) mas a Devir não tem que propriamente seguir a ordem de edição do original, certo? 🙂

  2. João, até onde eu sei a Devir vem dando mais atenção ao cenário básico em sí do que ao Vampiro: o Réquiem, o que na minha opinião é um grande avanço em relação ao que acontecia antigamente. Sinceramente acho muito chato isso de lançarem um livro e pouco tempo depois mudarem tudo, dando a impressão que os jogadores perderam o dinheiro investido, tendo que adquirir um novo livro…

      1. É verdade, João. Tanto que a própria Devir está fazendo uma promoção para que, no ato da compra do novo Vampiro O Réquiem, você entregue o seu exemplar da 1ª edição e ganhe 30% de desconto. É a promoção Sangue Novo.

  3. Bem, sendo assim já parece ser um bom avanço, pelo menos em relação a outros jogos, como foi no caso do Dungeons & Dragons e sua transição do 3.0 para 3.5 Na verdade acaba não sendo culpa da Devir mas da própria Wizards.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s