Gibiteca da Vila: Crimes Macabros – Um Conto de Cal McDonald

“Em se tratando de caras hardoce, esse mala faz um mutante barra pesada como o Wolverine parecer uma porra de uma menina superpoderosa.”

– Rob Zombie

Crimes Macabros – Um Conto de Cal McDonal é uma HQ que apresenta um universo de terror aos moldes de Hellblazer.  O protagonista é o anti-herói Cal Mcdonald, que, como na citação de Rob Zombie, é um personagem verdadeiramente barra pesada. Escrita pelo americano Steve Niles e ilustrada pelo originalíssimo australiano Ben Templesmith, a HQ foi lançada pelo selo Dark Horse Comics em 2003. Aqui no Brasil foi traduzida e publicada pela Pixel Media Comunicação em junho de 2006.

O autor

Steve Niles é um autor de quadrinhos americano nascido em Jackson, Nova Jersey, mas residido em Washington, DC. Iniciou sua carreira no mundo das HQs em 1991 quando escreveu a adaptação para os quadrinhos de Eu sou a Lenda, livro de 1954 escrito pelo ícone do terror Richard Matheson. Após  o reconhecimento no mercado, começou a participar de vários projetos na área, como Toy Story Web Advetures, da Disney. Trabalhou com Todd MacFarlane em algumas produções do Spawn, mais precisamente Spawn The Dark Ages, mas foi em 2002 que ele entrou para o hall da fama dos grandes escritores de HQs com sua obra-prima 30 Dias de Noite. A mini série em HQ conta a história de um grupo de vampiros que viaja até o Alaska de tempos em tempos para aproveitar um mês inteiro de escuridão e fazer um verdadeiro banquete com os moradores da cidade de Barrow.

Depois do sucesso e do reconhecimento, em 2004 Niles criou com o roqueiro e diretor de filmes Rob Zombie a produtora Creep International, para juntos lançarem alguns projetos através da Dark Horse Comics, entre eles The Nail, Bigfoot (ambos ainda não lançados no Brasil) e Crimes Macabros – Um Conto de Cal McDonald. Niles também já trabalhou com personagens de outros selos como Batman e Superman, ambos da DC Comics. Seu último trabalho foi uma participação como produtor do jogo F.E.A.R. 3 lançado ano passado pela Warner Bros. Interactive para PC, X Box 360 e PlayStation 3.

A obra

Crimes Macabros conta a história do ex-policial Cal McDonald, alcoólatra e drogado que é detetive especializado em casos sobrenaturais. Durante uma de suas várias missões rotineiras em Hollywood, Cal presencia, depois de perseguir um “sanguessuga”, uma inusitada reunião entre um vampiro, um lobisomem e um humano. Este fato deixa Cal muito intrigado, pois em toda sua vida ele nunca havia presenciado algo tão estranho. Invadindo a sala, ele acaba matando o lobisomem e o humano que demonstrou, durante seu diálogo com Cal, alta frieza em suas palavras. Após “finalizar” o sarau de monstros, nosso detetive começa uma investigação para descobrir o que motivou a criação dessa macabra “reunião sobrenatural”. Juntamente com seu fiel amigo, o zumbi Mo’Lock, McDonald seguem para os mais estranhos lugares da cidade a procura de pistas e evidências.

Durante as investigações ele acaba colocando suas armas para trabalhar, assim descobrindo que seus inimigos não são simples vampiros e lobisomens, mas criaturas que de algum modo estão diferentes, super fortes e altamente resistentes. Não desistindo e contando com a ajuda de uma amiga de longas datas, a Tenente Brueger, eles acabam descobrindo que o humano morto por suas mãos naquela reunião era Maynard Crandall, um ajudante do Dr. Norman Perkins, grande entomologista responsável pelo Museu de História Natural de Los Angeles. Maynard arquitetou a morte do doutor, roubando para si amostras da peste bubônica, que planejava espalhar por toda a cidade, através de ataques de vampiros e lobisomens. Assim, ele almejava disseminar em Los Angeles um vírus que assolou vilas na Romênia em 1349, transformando todos os moradores em monstros e criaturas da noite. Cal e seus companheiros acabam descobrindo o covil de Crandall e conseguem depois de uma luta sangrenta e altamente violenta, matar o louco antes que ele pudesse transformar seu plano no apocalipse da humanidade.

"Eu não ligo pra tradições. Talvez fosse diferente no passado, mas tempos modernos pedem métodos modernos."

Crimes Macabros é um conto, assim como seu “primo” 30 Dias de Noite, que realmente vale apena ser lido e curtido, pois Steve Niles mostra um cenário com lutas, tramas, investigações, comédia, sarcasmo e cima de tudo,  monstruosidades sobrenaturais que povoam aos montes o universo RPGista.  Para jogadores e narradores de RPGs de suspense e horror, as histórias e personagens de Crimes Macabros servem de grande inspiração, além, é claro, da arte “suja” e sanguinolenta, que evoca o sentimento de horror inerente ao cenário de jogos da linha Daemon e Mundo das Trevas. Garanto que não haverá arrependimento. Espero que tenham gostado e até a próxima!

Marzeu Lima

Digitando esse post e viajando ao som de Tool…

Anúncios

2 comentários sobre “Gibiteca da Vila: Crimes Macabros – Um Conto de Cal McDonald

  1. Ótima indicação, Marzeu! Li recentemente e reforço a idéia!

    Apesar do roteiro não ser inovador, a arte de Ben Templesmith é um espetáculo à parte – pra quem consegue digerí-la, já que tem um traço bem peculiar. Mas na minha humilde opinião, o que realmente rouba a cena na revista é a personalidade de Cal McDonald. Fanfarrão, briguento, beberrão e drogado – isso sem contar o senso de humor ácido – esse cara realmente faz muito anti-herói por aí se borrar nas calças.

  2. Cara, parece legal mesmo. O traço realmente é um estilo que gosto muito. Despojado, cartunizado, mas meio dark. Lembra Mike Mignola.

    Valeu pela dica, Marzeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s