Terra Devastada: Exemplos de zumbis e pré-venda!

Na reta final para seu lançamento, que ocorrerá em setembro pela editora Retropunk, o esperado RPG nacional de apocalipse zumbi, Terra Devastada, acaba de anunciar sua pré-venda – disponível na loja virtual da editora, a Retrostore, pelo preço de R$ 29,00 (incluindo frete e uma cópia PDF do livro). E para aguçar ainda mais a curiosidade de vocês, segue abaixo a última prévia do jogo, com fichas de alguns exemplos de zumbis existentes no universo de Terra Devastada. Após lançar os exemplos de personagens prontos que estarão presentes no livro (nascidos aqui no blog, criados por mim e pelo Alan Imiril), John Bogéa – escritor, desenhista e mente macabra por trás do projeto – disponbilizou em seu blog, o Sala 101, esses exemplos de zumbis, mas que não são os únicos existentes no cenário.

Em Terra Devastada, cada zumbi é único. Não existem “tipos” ou “categorias” de mortos vivos. Em termos de jogo, nada difere um zumbi de um um ser humano comum. O que irá determinar o que um zumbi pode ou não fazer serão suas características – exatamente como qualquer outro personagem em TD. No entanto, devido ao seu estado de putrefação ou uma mutação do “vírus zumbi,” muitos mortos vivos apresentam deformidades e mutilações. Isso tem origem nas situações que o zumbi enfrentou quando estava vivo ou após sua zumbificação, não com a própria condição de morto vivo. Dessa forma, cada zumbi possui um conjunto único de características e condições, de acordo com o seu papel na história, que pode ser “decorativo” ou “funcional”.

Confira abaixo os exemplos de zumbis lançados na última prévia de Terra Devastada.

No blog Sala 101 John Bogéa explica melhor as funções narrativas de zumbis, dando dicas para os mestres construirem seus próprios mortos vivos e como usá-los em jogo. Clique AQUI para ler o artigo. Fique atento e cuidado para não ser mordido!

Dmitri Gadelha

Pensando em outras variedades de zumbis funcionais…

Anúncios

3 comentários sobre “Terra Devastada: Exemplos de zumbis e pré-venda!

  1. Se não fosse meu sagrado jogo de Vampiro (que já dura 2 anos) eu queria experimentar esse sistema. Na fila do meu grupo já tem o Dragon Age (com adaptação para Fallout) e Aberrant. Talvez só daqui a três anos (sendo otimista).

  2. Caramba, muito orgulho mesmo de ter material do Vila do RPG neste lançamento inovador e que simboliza bem o ótimo momento do cenário do RPG Brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s