Jambô Anuncia a Dragon Slayer 35!

Podem comemorar RPGstas de todo o Brasil! Esta semana a editora Jambô anunciou em seu site oficial que a DragonSlayer 35 foi para a gráfica e nas próximas semanas já deve estar nas bancas. Nesta edição, temos várias surpresas, especialmente, em relação à maior atenção dada pela publicação ao mercado indie brasileiro, no caso das resenhas de Fiasco e 3:16. Então, se você ainda não conhece estes jogos (herege!!), não deixe de ler e se inteirar destes lançamentos que vem marcando o mercado nacional de RPG por sua originalidade e competência em termos de regras. Outra matéria que representa um marco, ligado aos jogos nacionais, se refere a Fairy Tail, uma adaptação para magias destruidoras para 3D&T. Bom, nada melhor que os próprios autores para explicar esta nova edição, então fiquem com as palavras dos editores:

Saiba, caro leitor, que esta DragonSlayer foi feita a custo de muito sangue, suor e lágrimas. O quê? Dramático, eu?

Como alguns sabem, o segundo semestre de 2011 foi uma das épocas mais movimentadas e ocupadas que já vimos no RPG nacional. Muita correria, prazos apertadíssimos, vários livros, projetos, viagens e ideias competindo por nossa atenção. Dizem as más línguas que alguns de nós tiveram de abrir mão de vida social, horas de sono ou pausas para ir ao banheiro… E o resultado está aí: a revista que você tem em mãos e os inúmeros lançamentos!

Porque, para um legítimo RPGista, dificuldades são apenas desafios a serem superados — garantindo XP no final. Quem está procurando tranquilidade, moleza e marasmo? O que é mais divertido: ouvir o mestre dizer que “tudo está em paz” ou ser atacado por um dragão sobre um vulcão ativo cercado de zumbis? 

Todos nós, RPGistas, aceitamos desafios. Mais do que isso, os procuramos. Para nós, desafios são diversão. 

Foi um desafio emplacar como matéria de capa uma adaptação de Deus Máquina, o novo romance de Leonel Caldela (autor da Trilogia da Tormenta) — mas o resultado compensou. E, se você quer desafio, experimente se aventurar nesse mundo brutal onde você pode ser queimado pela Inquisição se falar a coisa errada! J.M. Trevisan e Lobo Borges estão vencendo o desafio de publicar mangá nacional. Confira a adaptação de Ledd, a mais nova saga em Arton, além de uma entrevista com o roteirista. Sem esquecer o material lá de fora, vamos respirar um pouco, com Fairy Tail para 3D&T e três “sementes de aventuras” para Dragon Age RPG. E, para ajudá-lo em seus desafios, as colunas e seções de sempre.

RPGistas são tipos inquietos. Nem mesmo matar dragões nos deixa satisfeitos. Porque deve haver um tarrasque por aí, só esperando por um bom grupo de aventureiros! 

Equipe DragonSlayer (procurando a próxima masmorra)

Capa da nova edição: destaque para a adaptação do cenário de Caçador de Apóstolos e Deus Máquina.

Como deu para perceber nossa única revista impressa do gênero continua firme em sua jornada e mantendo o nível de qualidade, dada a descrição dos artigos deste novo número. Agora é só aguardar e conferir as dicas, resenhas e uma infinidade de novas coisas para se usar nas mesas de todo o país. Mas, somente pela competência dos autores/editores (Caldela, Brauner e Del Svaldi), já podemos constatar que teremos mais uma edição incrível!

Mais detalhes em: http://www.jamboeditora.com.br/produtos/ds35.htm

Sérgio Magalhães

Sempre lendo revistas e e-books de RPG.

Anúncios

4 comentários sobre “Jambô Anuncia a Dragon Slayer 35!

  1. Com certeza vou comprar a minha!temos que apoiar o mercado nacional…comprando incentivamos a produçao de mais conteudo de qualidade…

  2. Infelizmente, não consigo me ver comprando a DS. Sou fascinado por revistas de RPG. Mas apesar de gostar e mestrar TORMENTARPG, ela não me atrai em absoluto… Pena :/

  3. Eu adoro a ds. Tenho todas aqui em casa… hauhau.. nao tenho certeza, mas axo q atualmente a ds é a única revista de RPG a nivel nacional nao? Se eu consigo comprar e ler os lixos de fora.. pq nao Se compraria a ds… q é mais barata e tem otimos escritores e materias.. como escrito em um artigo da ds …. q nao lembro o número agora… dificil viver de rpg e traduzir jogos para português, o brasileiro é o único povo q auto se detona… e nao é por falta d qualidade do produto nacional… eu sei q nao é isso, eu leio os dois.. deve ser por reverênciar e axar q a grama do vizinho é sempre melhor q a nossa.. o pessoal da ds ta d parabéns, boa postagem. Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s