Middle-Earth Quest: O boardgame de O Senhor dos Anéis da Fantasy Flight

“Antes da Sociedade do Anel ser formada, heróis já defendiam a Terra-Média e impediam Sauron de encontrar o Um Anel. Neste jogo épico, um dos jogadores será Sauron, que tentará espalhar o mal por todos os lugares. Os outros serão bravos aventureiros que combaterão o senhor do mal, impedindo seus planos.”

Isso mesmo tolkien-maníacos! A poderosa Fantasy Flight Games  lançou a cerca de dois anos atrás no mercado um excelente boardgame relacionado à franquia O Senhor dos Anéis. Middle-Earth Quest – dos autores Corey Konieczka, Christian T. Petersen e Tim Uren – trata-se de um jogo com uma mecânica um pouco diferente dos demais que vem sendo ofertados no mercado. Em primeiro lugar, por ser considerado mais demorado, ou pesado na linguagem de jogos, com tempo de partida estimado em aproximadamente 180 minutos. O enredo do jogo se passa em um pequeno período de tempo na cronologia de Arda não explorado em nenhum local até hoje, por incrível que pareça! Durante o aniversário de 111 anos de Bilso Bolseiro, Gandalf desconfia que o anel deixado pelo hobbit ao sobrinho Frodo, possa ser o tão procurado, e esquecido, Um Anel. Visto isso, ele parte em uma perigosa jornada para buscar conhecimentos que justifiquem suas suspeitas sobre o objeto. Aí entram os personagens dos jogadores. Eles serão heróis que ajudarão o mago cinzento em sua desafiadora missão. Um dos jogadores, porém, terá o papel de Sauron. Neste lado do jogo, este participante tentará vencer alcançando 3 objetivos: localizar o Um Anel, conquistar a Terra-Média ou corromper seus líderes. Em suma, a mecânica segue a linha de conquistas territoriais e estratégia. Cada passo deve ser muito bem analisado para que os aventureiros não acabem caindo nas mãos do infame Senhor do Escuro!

Middle-Earth Quest já alcançou relativo sucesso no competitivo mercado americano. Em primeiro lugar, pela excelente qualidade da parte gráfica. As imagens das cartas, mapas e demais acessórios seguem uma coerência bem similar ao que imaginamos quando pensamos no tradicional universo fictício de Tolkien. Desde a capa da caixa aos cards de personagens e itens, encontramos imagens fantásticas e capazes de nos transportar facilmente à Terra-Média e seus inúmeros desafios, aventuras e fantasias. No entanto, quando você acha que a Fantasy Flight não pode se superar, temos as miniaturas, que são simplesmente incríveis! O nível de detalhes das peças são inacreditáveis de tão bem feitas. Todas as peças, tanto dos heróis quanto dos mais famosos servos de Sauron, os Nazghûl, possuem níveis de detalhes superiores às miniaturas das melhores produtoras atuais, como Wizkids e Wizards of the Coast.

Portanto, não percam tempo e corram atrás deste excelente jogo que revisitou com grande sucesso a amada Terra-Média e apresenta aos fãs, sempre sedentos por novidades, novas aventuras, personagens e desafios.

Sérgio Magalhães

Dúnedain d’Além de Angmar.

Anúncios

4 comentários sobre “Middle-Earth Quest: O boardgame de O Senhor dos Anéis da Fantasy Flight

    1. Realmente Kirlian, o sentido de “novo” em relação ao título é referente à notícia, e não ao jogo (será que alguém vai cair nessa, hehehe). Pois é, o jogo é meio antigo mesmo, 2 anos, mas pouco conhecido em termos de Brasil ainda, então levem em consideração este novo em termos de novidade na divulgação, ok?

      Abraço e valeu pelo comentário!

  1. não seria melhor editar a matéria do que “assumir” um novo que não existe? a própria matéria diz que a FFG “acaba de lançar”, qdo na verdade, ela lançou tem 2 anos já… 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s